segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Reticência 30

Vou esquecer que desmereci,
vou merecer o que esqueci,
contradizer o que você diz,
dizer também o que me contradiz.

9 comentários:

Bê Matos disse...

Versinhos com rima!
Ai, coisa linda *-*

Fernanda disse...

e que tudo aquilo que nos contradiz venha falar mais vezes o que precisamos escutar=)

nem preciso dizer que o poema mais que me encantou né?

Alan Félix disse...

é um desafio dizer verdades e ouvi outras.

Nívea disse...

reticências e contradições...
humanidades tão lindas, tortas, sinuosas e simples.

eu disse simples?

não.
são humanidades e contradições apenas. apenas!


beijinhos
gostei daqui


Nii Flor

Islla Lopes disse...

Ela arraza (assim como as outras, tá) escreves maravilhosamente bem, sabes disso.

cássia disse...

amei amei ameeei

Mai disse...

E quem há de saber que, justo por reticências assim, abundantes, isto te faz ser mais.

genial!

Abraço e boas festas!
Foi bom ter te encontrado nesses passeios néticos.

Tania Girl disse...

Perfeito!!!
Ah... adorei mesmo, é encantador!
feliz 2010!!
bjus

FatoSempalavras. disse...

A contradição por si só já é uma ação, e uma ação, com toda certeza, sempre tará uma linda emoção...como esta de ler T U D O o que escreves!!!

Incontáveis abraços do seu anjo.