terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Reticência 28

Meu versinho é falastrão,
Mas eu já disse:
-Falar de amor, Não!
Pode ser vida, sonho ou solidão
Mas amor, se deixar, vira  nosso pão.

3 comentários:

Mais um imundo no mundo impuro. disse...

Li seu versinho para minha mamãe e ela assim como eu adorou!

É, o amor é meu pão!

Ah... Você cantou a "minha poesia", fiquei curioso, queria ouvir!

Coelho disse...

Falar de amor NÃO!
fica dica

*Taly disse...

adoro tudo que você escreve! ;D