sábado, 13 de fevereiro de 2010

Reticência 54

da nossa rotina eu lembro
que a única coisa que eu sentia
dia após dia, impreterivelmente,
era a falta de você.

e agora que a rotina,
que era nossa, já não há,
eu sinto cada vez mais
a tua falta se acabar.

2 comentários:

Luciana disse...

Rotinas que vem e vão também trazem e levam consigo os grandes efeitos colaterais.
Em casos como o da reticência, até gosto disso.

xD

Beijo!

Mai disse...

Triste rotina, Mariana.

Há tempos eu não lia vocês e resolvi tomar uma deliciosa overdose de reticências poéticas.

Abraços e um domingo especial