quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Reticência 53

Meu bem, espero que você não se importe
Quando, de repente, eu me calar
É culpa toda desse teu olhar!
Que é também, a minha sorte.

2 comentários:

Mariana Andrade. disse...

o silêncio fala alto quando repartido, se é que me entendes.

Luciana disse...

O silêncio dos olhares é, na minha opinião, o mais repleto de significados. É realmente sorte.

Beijo, Bê.