sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

Reticência 51

Sendo metade saudade
A outra parte, só dor
De um lado
um sopro de vida
Do outro pedaços sem cor.

O poema completo.

7 comentários:

Mariana Andrade. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mariana Andrade. disse...

e o tudo transforma-se numa coisa só

Mais um imundo no mundo impuro. disse...

Me lembrei daquela poesia chamada metade ou coisa do tipo, mas nem por isso menos linda.

Abraços!

Marie Raya disse...

Caramba, que incrível.
Adorei seu blog, muito bom. Linkei :*

Tiago Moralles disse...

Pra mim, isso já é completo.

Ariane Figueira disse...

Adorei o blog, mto lindo *-*

Islla Lopes disse...

Chorei ): Muito lindo.